sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

O Mundo que queremos em 2013


Refletindo sobre o que falar na mensagem de final de ano a todos os irmãos escoteiros e irmãs escoteiras do Brasil lembrei-me de uma passagem escrita pelo eterno poeta Carlos Drummond de Andrade. O texto diz “A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional”.

Neste belo escrito o poeta nos põe à frente do inarredável desafio que enfrentamos a cada dia de nossas vidas. De um lado, ao constatar que não raro deixamos de “viver a vida” por nos apegarmos a coisas menores, pelo temor do desconhecido, pelo costume de deixar para amanhã o gesto de carinho, pela angústia da dúvida... e, de outro lado, por esquecermos que estamos nesta vida para sermos felizes.

Felicidade esta que se retrata no estar bem consigo mesmo, que decorre da convivência em um ambiente fraterno e cordial.

Lembra-nos, também, da necessidade do desafio, do querer mais como instrumento de crescimento e da busca da realização pessoal.

Podemos afirmar que 2012 foi um ano especial para os Escoteiros do Brasil.

Inspirados pelo desejo de consolidar uma instituição cada vez mais envolvida com a comunidade que lhe acolhe, lembrada como referência na educação de crianças e jovens e uma instituição sólida capaz de assumir sua responsabilidade protagonista, encerramos este ano com o sentimento de “dever cumprido”.

Com 75.719 associados, estamos concluindo o ano com o maior efetivo dos últimos 40 anos da história da União dos Escoteiros do Brasil.

Fruto do trabalho dedicado de cada um de seus integrantes, em seus diversos níveis de atuação, temos a tranquilidade de dizer, sim, estamos no caminho certo.

Desejo a cada associado e seus familiares, a cada Grupo Escoteiro, a cada Região Escoteira deste nosso querido e amado país, que o Natal seja iluminado pelo espírito da fraternidade e que 2013 se descortine como um ano de desafios motivadores, de determinação da conquista e da busca da felicidade.

Um abraço fraternal a cada um(a) e a todos(as) os Escoteiros(as) do Brasil!

Marco Aurélio Romeu Fernandes
Presidente da União dos Escoteiros do Brasil




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.